Momento histórico para Pernambuco. O Estado terá a primeira Conferência Estadual de Políticas Públicas para a Convivência com o Semiárido. A conquista foi fruto da mobilização e atuação das organizações da sociedade civil que compõem a Articulação no Semiárido Pernambucano (ASA/PE). A iniciativa foi divulgada durante a reunião do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável na manhã desta terça-feira (07) na sede do IPA, na Capital.

Na ocasião, foi apresentado o decreto (nº 39.553, de 30 de Abril de 2013) assinado pelo governador Eduardo Campos, que oficializa e convoca a sociedade para a conferência. Durante a reunião, foi criada também a Câmara Técnica de Convivência com o Semiárido, que será coordenado a ASA/PE e na vice-coordenação ficou com a Secretaria Estadual de Recursos Hídricos e Energéticos (SRHE). As instituições foram escolhidas pelos membros do Conselho Estadual de Desenvolvimento Sustentável devido a experiências acumuladas no tema dentro do Estado.

A Câmara Técnica (CT) será um espaço permanente para aprofundar o debate, bem como discutir os conteúdos e metodologia que serão utilizados nas conferências. A ideia é realizar as conferências municipais e territoriais, culminando com a grande Conferência Estadual. A programação é que sejam realizados todos os eventos até novembro deste ano. Compõe também a CT a Fetape, Banco do Brasil, MST, IPA, CUT, SRHE e Secretaria Executiva de Agricultura Familiar (SEAF).

“Assim como a saúde, educação, segurança e desenvolvimento social são políticas públicas, a Articulação tem garantido que a convivência com o Semiárido também seja tratada como uma política de Estado. Esses espaços das conferências serão importantes para as populações das diversas regiões participarem e contribuírem para efetivação de uma política pública em Pernambuco voltada para as regiões semiáridas”, reforçou a coordenadora executiva da ASA/PE, Neilda Pereira.

Por Daniel Ferreira – Jornalista 4140 DRT/PE

No related posts.