Juventude. Esta é a temática que vem permeando discussões nas várias agendas das organizações eclesiais e sociais em todo o Brasil. Na perspectiva de aprofundar o debate sobre esse tema, a Cáritas Diocesana de Palmeira dos Índios, a Rede de Educação Cidadã (RECID) e a Pastoral da Juventude do Meio Popular (PJMP), promoveram um seminário cujo tema “Os rostos e caminhos da Juventude”.

 O evento, que contou com o apoio do Programa Infância, Adolescência e Juventude (PIAJ) desenvolvido pela Cáritas Brasileira Regional NE2, aconteceu na última sexta-feira (31/5), no Centro Paroquial São Sebastião, na cidade de Palmeira dos Índios (AL).

 Segundo informações da equipe de coordenação do evento, o objetivo foi provocar uma reflexão sobre a defesa da vida e dos direitos da juventude, na perspectiva do fortalecimento do protagonismo juvenil. O momento também foi oportuno para refletir sobre a realidade e participação da juventude nos espaços de controle social, bem como na vivência da experiência mística e espiritual do evangelho de Jesus Cristo, e na proposição de indicativos de espaços de articulação da juventude.

Como encaminhamento, durante o seminário foi criada uma comissão que estará na organização das atividades da Rede de Juventudes de Palmeira dos Índios e do Agreste alagoano. A comissão é composta por representações de vários segmentos da sociedade que participaram do evento, como comunidades Índígenas Xukuru Karíri, comunidades quilombolas, camponesas, urbanas e eclesiais.

 Chamado a refletir: A Igreja no Brasil, animada pela realização da Jornada Mundial da Juventude – JMJ que será realizada na cidade do Rio de Janeiro, no período de 23 a 28 de julho de 2013, provoca a sociedade para refletir o fenômeno juvenil, seus desafios e lutas, quando realiza a Campanha da Fraternidade que abordou nesse ano o tema Fraternidade e Juventude e o lema “Eis-me aqui, envia-me!” (Is 6, 8).

 Por Jefferson Souza | Articulador do PIAJ na Cáritas Brasileira NE 2

 

 

No related posts.