Famílias beneficiárias do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2) participaram, entre os dias 13 e 15 deste mês, de uma capacitação em Sistema Simplificado de Manejo de Água (Sisma) para a produção de alimentos. A atividade foi realizada na Associação Comunitária do Sítio Marrecas, na zona rural do município de Calçados (PE). O curso foi ministrado pelo técnico em agropecuária Lucinaldo Freitas.

O Sisma constitui a segunda etapa de formação para as famílias beneficiárias do (P1+2), que é desenvolvido através de um convênio com a Cáritas Brasileira NE2. A primeira capacitação foi em Gestão de Água para a Produção (Gapa), realizada entre os dias 02 e 04 de maio.

O conteúdo da capacitação abrange práticas de produção agroecológicas, tais como: metodologias e técnicas de produção adequadas ao Semiárido, manejo de água para irrigação, produção e uso de defensivos naturais e armadilhas, entre outros.

O trabalho em mutirão também faz parte da programação do curso. Com uma lona, quatro metros de cano pvc, algumas garrafas pets preenchidas com areia e telhas, os agricultores tiveram a experiência da produção de um canteiro na casa do senhor Antônio Ferreira dos Santos, morador da comunidade. Cada beneficiário receberá os materiais para construir um canteiro na própria casa.

A importância da participação no curso esteve presente na fala de dona Maria Ferreira, 67. “Mesmo com as tarefas do dia a dia para serem feitas, nós também temos compromisso com o conhecimento e é por isso que estamos aqui, para aprender”, afirmou.

Antes da entrega dos certificados, o articulador de campo Adriano Souza, responsável pelo acompanhamento do trabalho de construções das tecnologias na região, agradeceu aos participantes. “Obrigado a todos pela participação e pela confiança que vocês depositam no nosso trabalho”, disse.

 

 

 

 

por Lidiane Santos – Jornalista, comunicadora popular da Cáritas NE2 e P1+2 em Garanhuns/PE.

No related posts.