Um dos destaques é o escritor Frei Betto, que nesta tarde discutirá sobre o papel dos cristãos no processo de democratização dos estados em regimes ditatoriais

A Tenda das Juventudes, no Rio de Janeiro, é, a partir de hoje (23), cenário de discussões da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). O evento, que seguirá até a próxima sexta-feira (26), faz parte da programação oficial da Jornada, e acontece na Paróquia Santa Bernadete, na Avenida dos Democráticos, 896, no bairro Higienópolis.

Aberto ao público, a tende pretende atrair os jovens presentes na JMJ, com o objetivo de conscientizá-los sobre a importância da luta e defesa da vida de milhares de jovens em todo o mundo. A partir do tema “A Juventude quer Viver!”, a tenda pautará uma série de discussões, com destaque para o combate a violência e ao extermínio que assolam o público juvenil.

A manhã desta terça-feira será dedicada ao painel “A Juventude quer Viver!”, que abordará as políticas públicas em defesa da vida da juventude, e os impactos da redução da maioridade penal na promoção da cultura da paz. Para debater sobre o assunto, a plenária contará com a participação da secretária Severine Macedo, da Secretaria Nacional da Juventude – órgão ligado à Secretaria-Geral da Presidência -, Antônio Carlos Malheiros, desembargador de São Paulo, Hildete Emanuele, da Pastoral da Juventude Marista (PJM) e Alessandro Melchior, presidente do Conselho Nacional da Juventude, (Conjuve), também ligado à Presidência da República.

Dando continuidade a programação, na parte da tarde o público poderá conferir o painel “Justiça e Transição, Memória e Compromisso”, que segundo a organização do evento, promoverá, uma discussão sobre o papel dos cristãos no processo de democratização dos estados em regimes ditatoriais. Participarão deste momento o escritor Frei Betto, o secretário nacional de Justiça, Paulo Abrão, além de Sônia Suaypa (El Salvador), Carla Bueno e Ana Penido, ambas representantes do movimento Levante Popular da Juventude.

A Tenda das Juventudes é promovida por várias organizações sociais, como a Cáritas Brasileira, Pastoral da Juventude (PJ), Juventude Franciscana (Jufra), Centro de Formação, Assessoria e Pesquisa em Juventude (Cajueiro), Rede Ecumênica da Juventude (Reju), Irmandade dos Mártires da Caminhada e Setor Pastoral da PUC/RJ.

Além dos debates, a tenda também é espaço de acolhida, formação e troca de experiências entre os jovens. Os visitantes ainda podem conferir os estandes de exposição, apresentações culturais e celebrações.

Serviço:

Plenárias na Tenda das Juventudes

Dia: 23 de julho (terça-feira)

Painel: A Juventude quer Viver!

Horário: 9h às 12h.

Painel: Justiça e Transição, Memória e Compromisso

Horário: 13h: 30 às 15h

Local: Paróquia Santa Bernadete, na Av. dos Democráticos, 896, no bairro Higienópolis, Rio de Janeiro.

por Kilma Ferreira | Assessoria de Comunicação da Cáritas NE2

Foto: Nando Zamban

No related posts.