Representantes da Cáritas Diocesana de Caicó e da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Caicó (ASCAMARCA), se reuniram na última quarta-feira (21) com o prefeito Roberto Germano para discutirem a logística para implantação de um projeto de coleta seletiva de lixo no município.

A iniciativa tem como objetivo ampliar o trabalho com catadores e catadoras de materiais recicláveis, que é desenvolvido pela Cáritas através de uma parceria com a organização internacional Misereor. Segundo a representante da Cáritas Diocesana de Caicó, Fabiana Silva, o trabalho já acontece há mais de dois anos, e tem entre as propostas garantir a organização, formação e qualificação dos catadores.

Neste mês de agosto, a Cáritas firmou uma importante parceria com a prefeitura de Caicó. O município, que pretende colocar em prática a coleta seletiva de lixo, e viabilizar a ações para que a cidade contribua e participe dessa iniciativa, irá apoiar o grupo de catadores.

Durante a reunião com o prefeito, os catadores apresentaram uma pauta com algumas reivindicações, entre elas foi apontada a necessidade de se ter um veiculo disponível para transportar os resíduos coletados nos locais que funcionam como ponto de referência de coleta seletiva. O grupo também solicitou um terreno para a construção de um espaço que será destinado ao armazenamento e triagem do material coletado na cidade.

De acordo com o articulador da Cáritas Diocesana de Caicó, Joseilson Ferreira, durante a reunião foram estabelecidos encaminhamentos para todas as solicitações. Ainda segundo ele, os encaminhamentos tomados motivaram os catadores de materiais recicláveis que participam da reunião. “A perspectiva é motivá-los para execução do projeto”, disse.

Participaram da reunião a representante da Secretaria Municipal de Assistência Social, Soraya Góes, os agentes Cáritas, Joseilson Ferreira e Fabiana Silva, além representações dos catadores de materiais recicláveis.

Assessoria de Comunicação da Cáritas NE2

No related posts.