Jovens do Nordeste trocarão informações e experiências durante 4 dias em preparação para o III Encontro Nacional de Agroecologia

Entre os dias 25 e 29 de março, cerca de 120 jovens de vários cantos do Nordeste estarão reunidos em Ouricuri, Pernambuco, para a Caravana Agroecológica e Cultural das Juventudes do Nordeste – Rumo ao III Encontro Nacional de Agroecologia (III ENA). O objetivo é fomentar o intercâmbio de informações e experiências entre a juventude do meio rural, no Território do Araripe, Sertão pernambucano. A ideia é estimular a participação desses jovens em dinâmicas de mobilização social para a promoção da Agroecologia e questionamento do modelo de desenvolvimento rural representado pelo agronegócio.

No Território do Araripe, onde acontecerá a Caravana, muitas famílias agricultoras mostram que é possível conviver com o Semiárido e garantir segurança alimentar e o e tirar o sustento da casa da própria terra. Mas nessa região, agricultores e agricultoras ainda têm que lidar com o assédio do agronegócio do gesso, bovinocultura e os impactos de grandes obras como a Transnordestina, o polo gesseiro e o Canal do Sertão. Para trocar experiências e conhecer essa realidade os jovens se dividirão em cinco rotas durante dois dias do evento. As rotas passarão por algumas experiências agroecológicas e comunidades onde o impacto do polo gesseiro e da ferrovia Transnordestina traz graves problemas para as famílias da região.

Cada rota foi batizada com o nome de um jovem ou uma jovem que tem desempenhando um papel importante na organização da juventude da região. São jovens que vem multiplicando ações sustentáveis no meio rural e trabalham na perspectiva de construção de uma sociedade justa, solidária e igualitária para todos e todas. A rota Giliarda Alves, por exemplo, passará pelas comunidades Nascente e Alho, no município de Araripina, e pela Agrovila Nova Esperança, em Ouricuri. Nessas comunidades, os participantes e as participantes irão discutir e conhecer os impactos da ferrovia Transnordestina. Também conhecerão os benefícios da produção agroecológica praticada por diversas famílias dessas comunidades.

Quem realiza: a Caravana Agroecológica e Cultural das Juventudes do Nordeste – Rumo ao III ENA, é uma realização da Rede Ater Nordeste, da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), da Articulação Semiárido (ASA), da Associação em Área de Assentamento no Estado do Maranhão (ASSEMA), Centro de Assessoria e Apoio aos Trabalhadores e Instituições Não Governamentais Alternativas (Caatinga), Centro de Estudos de Trabalho e de Assessoria ao Trabalhador (CETRA), Centro de Desenvolvimento Agroecológico Sabiá, ActionAid e terre des hommes schweiz. Todas essas organizações têm afinidades nos trabalhos com jovens e reconhecem a importância de eventos dessa natureza

III ENA – O encontro acontecerá em Juazeiro/BA, de 16 a 19 de maio de 2014. Pretende reunir cerca de 2 mil pessoas, o III ENA apresentará a agroecologia como uma alternativa concreta ao modelo de agrícola hegemônico. Será uma atividade de afirmação do campo agroecológico para a população e os governos, levantando dados e apresentando informações sobre suas centenas de experiências. Seu lema será “Cuidar da Terra, Alimentar a Saúde, Cultivar o Futuro”.

 Por Sara Brito (Assessoria Centro Sabiá)

No related posts.