Como já é tradição nas Assembleias Gerais da CNBB, foi realizada ontem, 6 de maio, uma celebração ecumênica com a participação dos bispos e de representantes de diversas igrejas cristãs. A cerimônia foi organizada pela Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso da CNBB.

Para o presidente da Comissão, dom Francisco Biasin, este é um evento muito importante na programação da Assembleia Geral. “Neste tempo de pluralismo religioso, temos que valorizar o diferente, o diálogo e o respeito. É uma atitude de abertura e acolhimento de toda a riqueza que as igrejas e as religiões podem dar ao nosso caminho de fé”, disse.

Participaram da celebração representantes da Igreja Armênia, da Igreja Ortodoxa de Antioquia, da Igreja Episcopal Anglicana no Brasil e outras denominações. Também estava presente a secretária geral do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, a pastora Romi Bencke, e a representante da Coordenadoria Ecumênica de Serviço, pastora Eleni Rodrigues.

O tema da celebração foi o mesmo da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2014, que será realizado entre 1º e 8 de junho: “Acaso, Cristo está dividido?”. O questionamento de São Paulo na Primeira Carta aos Coríntios pautou a reflexão apresentada durante a cerimônia pela pastora Anita Sue Wright Torres, da Igreja Presbiteriana Unida. “Esta celebração mostra que Cristo não está dividido. Estamos unidos pela mesma causa, a mesma fé, um só Senhor e um só batismo. É nisso que cremos, e aqui compartilhamos este sentimento e esta certeza de nossa fé”, afirmou.

Fonte: Site CNBB

No related posts.