Nesta quinta-feira (14), a Cáritas Brasileira – Regional NE 2 promove a Celebração Inter-religiosa pela Paz, às 10h, no auditório da Faculdade Frassinetti do Recife (Fafire). Esse momento celebrativo está diretamente ligado ao 102º Dia Mundial do Migrante e Refugiado que estimula a reflexão de um assunto tão urgente, sobretudo, nesses últimos tempos, quando milhões de pessoas, pelas mais diversas razões, procuram um lugar seguro, como abrigo, e esperam reconstruir suas vidas.

O tema do evento é “Num só coração, uma só família humana” e, nesse sentido, a expectativa da organização é fortalecer os laços entre as lideranças religiosas, estabelecendo um diálogo contínuo, que favoreça a construção de um mundo melhor a partir da tolerância, do repúdio à xenofobia e do sentimento e atitude de acolhida em relação ao próximo.Para o secretário regional NE2 da Cáritas Brasileira, Angelo Zanré, o objetivo principal é sensibilizar a sociedade, como um todo, para a problemática gravíssima das migrações em diversas partes do mundo. “Procuramos, nessa celebração, demonstrar nosso interesse por essa questão e entendemos que a melhor forma de acolher e de se solidarizar com o outro é pela via da unidade, pela capacidade de conviver, de dialogar com o diferente”, destaca.

Estão previstas as presenças de líderes de diversos credos, entre eles, cristãos, judeus, islâmicos, budistas, espiritas, de religiões de matriz africana e da fé Bahá´í (origem iraniana). Na programação, haverá leituras e meditações sobre textos sagrados, dentro da temática, depoimentos e apresentação musical.

A Cáritas Brasileira é um organismo internacional que, no Brasil, está ligado a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Entre tantas ações desenvolvidas, ao longo dos últimos 60 anos de existência no país, está acolhida a refugiados e migrantes, sobretudo, na Região Sudeste. Por essa experiência, a instituição integra o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), presidido pelo Ministério da Justiça, que analisa os pedidos de refúgio de estrangeiros.

Refugiados no Brasil

O número de pessoas que buscam refúgio no Brasil tem aumentado a cada dia. De acordo com o Conare, atualmente, o país conta com 5.208 refugiados de 80 nacionalidades. O número de pedidos aumentou mais de 800% nos últimos anos, de 566, em 2010, saltou para 5.256 em 2013. O número de pedidos aceitos também aumentou: de 126, em 2010, para 649, em 2013.

Serviço:

Dia: 14 de janeiro de 2016

Horário: 10h

Local: Faculdade Frassinetti do Recife (Fafire)

Av. Conde da Boa Vista, 921, Boa Vista, Recife(PE)

Informações: (81) 3231-3435

Celebrantes:

Igreja Católica Apostólica Romana – Dom Antônio Fernando Saburido – Arcebispo de Olinda e Recife;

Igreja Evangélica de Confissão Luterana – Pastor Armindo Klumb

Igreja Episcopal Anglicana do Brasil – Reverenda Lilian Lira

Igreja Síriana Ortodoxa da Antioquia – Padre Ronaldo Maia

Centro Islâmico do Recife – Alberto Bret

Comunidade Judaica – Jáder Tachlitsky

Religiões de Matriz Africana – Mãe Elza de Yemoja

Centro de Estudos Budistas Bodisatva – Floridalva Cavalcanti

Fé Bahá´í – Maria José de Freitas Botelho

Por Wagner Cesário | Assessoria de Comunicação da Cáritas Brasileira Regional NE2.

 

No related posts.