A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira deram início, nessa segunda-feira (25), à campanha em solidariedade às vítimas do terremoto no Equador, em consonância com o apelo feito pelo Papa Francisco. “Rezemos por essas populações. A ajuda de Deus lhes dará força e apoio neste momento difícil”, pediu Francisco na última semana.

Pelo menos 720 mil pessoas foram afetadas diretamente pelo terremoto ocorrido no dia 16 de abril e necessitam de ajuda humanitária urgente. O abalo alcançou o nível 7,8 na escala Richter e atingiu grande parte do Equador. Esta foi a tragédia mais grave dos últimos 67 anos no país. De acordo com dados da Cáritas Ecuador, o terremoto provocou a morte de mais de 600 pessoas, cerca de 130 ainda estão desaparecidas e 26 mil ficaram desalojadas.

Os recursos financeiros arrecadados com a Campanha de Solidariedade ao Equador – SOS Equador serão destinados para ações de socorro imediato às vítimas (água potável, alimentos, abrigos e atendimento a necessidades básicas, especialmente de crianças, mulheres, idosos e pessoas com deficiências). Posteriormente, os recursos serão utilizados para a reconstrução das condições de vida da população afetada.

Estão convidadas a participar desta grande corrente de oração e do gesto concreto da coleta solidária em favor da população do Equador as dioceses, paróquias, comunidades, congregações, colégios e todas as pessoas de boa vontade, de forma a lembrar tantas mães, pais e filhos atingidos pela tragédia. A coleta em solidariedade às vítimas será realizada por meio das seguintes contas bancárias, administradas pela Cáritas Brasileira em favor do povo equatoriano:

Banco do Brasil

Agência: 3475-4

Conta Corrente: 33.362-X

Caixa Econômica Federal

Operação: 003

Agência: 1041

Conta Corrente: 3824-6

A Presidência da CNBB e o presidente da Cáritas Brasileira convidam todos e todas a se juntar nesta Campanha de Solidariedade ao Equador e a formar uma corrente de oração pelas vítimas do terremoto.

Fonte: CNBB e Cáritas Brasileira

 

No related posts.