Está disponível no site da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na aba campanhas, o edital para inscrição de projetos que pretendam contar com recursos do Fundo Ecumênico Nacional de Solidariedade (FES). É requisito para a inscrição que os projetos estejam relacionados à temática da Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) 2016. O FES foi constituído a fim de organizar e direcionar as ações da CFE deste ano.

A arrecadação de recursos para a CFE 2016 ocorreu em âmbito nacional, como é de costume, no Domingo de Ramos. Os recursos serão partilhados entre as igrejas-membros do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), que organizou a CFE 2016. Na Igreja Católica, 60% dos recursos doados constituirão o Fundo Diocesano de Solidariedade; nas demais igrejas vinculadas ao Conic, esses recursos constituirão um fundo a ser administrado pelas comunidades eclesiais das igrejas.

Do total de recursos recolhido pela Coleta Ecumênica da Solidariedade, 40% serão enviados para o Fundo Ecumênico Nacional de Solidariedade (FES). Este fundo será utilizado para reforçar iniciativas apoiadas pelos fundos diocesanos e das demais igrejas. O FES também apoiará propostas de grupos, associações e outras organizações que desenvolvam ações afins com o tema da CFE 2016.

Inscrições

A Coordenadoria Ecumênica de Serviço (Cese) e a CNBB receberão os projetos, farão os procedimentos de cadastro e de averiguação técnica de cada iniciativa, bem como sua análise. Após esse processo, os projetos selecionados serão apresentados ao Conselho Gestor do Fundo Ecumênico Nacional de Solidariedade, composto por representantes das Igrejas-membros do Conic. Para envio de projetos, a instituição deve estar em conformidade com o Edital do Fundo Nacional de Solidariedade, disponível aqui.

O cadastro do projeto será realizado por meio do sistema disponível no site do FNS, com acesso aqui. É necessário preencher, por meio eletrônico, todos os dados solicitados referentes ao projeto, além de fazer o envio físico do projeto para: FUNDO NACIONAL DE SOLIDARIEDADE – SE/Sul Quadra 801 – Conjunto “B”- CEP 70.200-014 – BRASÍLIA / DF.

Projetos

Os projetos apresentados, de acordo com o edital, devem estar em sintonia com os objetivos da CFE 2016 e devem ter cunho essencialmente social. Neste ano, com o tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”, a campanha apresentou como objetivo geral “assegurar o direito ao assentamento básico para todas as pessoas e empenhar, à luz da fé, por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro da Casa Comum”.

Serão selecionados projetos que estejam dentro dos três eixos apoiados pelo FES: formação e capacitação; mobilização para conquistas e efetivação de direitos; superação de vulnerabilidade econômica e geração de renda (projetos produtivos). Em cada eixo, há um foco específico para atuação: formação para o monitoramento de políticas públicas de saneamento básico; mobilizações para acompanhamento da aplicação dos recursos públicos em saneamento; projetos voltados à inclusão produtiva e saneamento básico.

Podem enviar projetos ao FES grupos organizados, coletivos, associações, pastorais, igrejas locais e entidades de apoio a movimentos sociais que estejam habilitados a trabalhar com a temática proposta pela CFE 2016. O primeiro prazo para recebimento de projetos é 1º/06/2016.

Fonte: Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic)

 

No related posts.