O Papa Francisco divulgou, nesta terça-feira (5), uma mensagem em vídeo em apoio à campanha Síria: a paz é possível, da Caritas Internationalis. Na mensagem, Francisco define como “indescritível” o sofrimento da população do país asiático, que é obrigada a sobreviver sob as bombas ou a procurar caminhos de fuga para regiões menos atingidas pela guerra ou mesmo para outros países, principalmente da Europa, passando a viver na condição de refugiada. O vídeo com legendas em português está disponível aqui.

“Enquanto o povo sofre, gastam-se incríveis somas de dinheiro no fornecimento de armas aos que fazem a guerra”, denuncia Francisco no vídeo, fazendo referência ao jogo duplo de alguns países que, mesmo fazendo apelos à paz, continuam fornecendo armas aos combatentes. “Como podemos acreditar em alguém que nos faz carinho com a mão direita e nos golpeia com a esquerda?”, questiona o papa na mensagem. “Encorajo todos, adultos e jovens, a viver o Ano Santo da Misericórdia com entusiasmo para vencermos a indiferença e proclamarmos com força que a paz na Síria é possível”, pede ele.

Francisco enfatiza que não há uma solução militar para a Síria, mas apenas uma solução política, e que devemos unir forças para que a mesma seja implementada. Desta forma, construiremos “um grandioso exemplo de misericórdia e de amor para o bem de toda a comunidade internacional!”. A confederação Cáritas fornece alimentação, assistência em saúde, bens de primeira necessidade, instrução, abrigo, apoio psicológico e medidas de proteção à população na Síria e nos países que abrigam os refugiados e refugiadas. Somente no ano passado, as Cáritas nacionais levaram ajuda a 1,3 milhão de pessoas em todo o mundo.

No Brasil, Cáritas e CNBB lançaram este ano a campanha Abra seu Coração, em solidariedade aos migrantes, refugiados e refugiadas e como gesto concreto da abertura do Ano Santo da Misericórdia, lançado pelo Papa Francisco. Os recursos arrecadados serão destinados a ações de sensibilização da sociedade para a acolhida e ajuda humanitária aos refugiados e refugiadas; de fortalecimento de iniciativas já existentes; de apoio à criação de novos centros de atendimento e de promoção dos direitos humanos; à criação de uma rede católica destinada a formar, integrar e fomentar o acolhimento, a proteção legal e a integração local de migrantes e refugiados/as e de apoio a iniciativas semelhantes desenvolvidas em outros países por meio da confederação Cáritas.

A coleta de solidariedade será feita por meio das seguintes contas, a cargo da Cáritas Brasileira e em favor dos migrantes e refugiados/as:

Caixa Econômica Federal

Agência: 1041

Operação: 003

Conta Corrente: 3735-5

Banco do Brasil

Agência: 3475-4

Conta corrente: 32.792-1

Outras informações e o acesso a amplo material de divulgação, incluindo a carta Ação de Solidariedade aos Migrantes, Refugiados e Refugiadas assinada pela Presidência da CNBB e pelo presidente da Cáritas Brasileira; imagens do cartaz da campanha; banner da campanha para internet; cartão da campanha para compartilhamento no Facebook e Twitter; spots de rádio de 1min e 30s e vídeo, podem ser obtidas no site da Cáritas Brasileira, com link aqui.

Com informações da Assessoria Nacional de Comunicação da Cáritas Brasileira

No related posts.