Com o objetivo de fortalecer as entidades membros e apontar caminhos para a mobilização de recursos, a partir das especificidades de cada organização, o coordenador regional de Sustentabilidade da Cáritas NE2, Célio Meira, ministrou duas oficinas sobre o tema no Rio Grande do Norte.

A primeira formação foi realizada na última sexta-feira (24/03), no Centro Pastoral Dom Wagner, com a equipe da Cáritas Diocesana de Caicó. Na ocasião, foram trabalhados os cinco pilares da mobilização de recursos, que são voltados para o governo, as agências internacionais, o privado, as doações individuais e a oferta de serviços.

No dia seguinte, foi a vez da Cáritas Arquidiocesana de Natal, que reuniu representantes das Cáritas Paroquiais de Ceará Mirim, de João Câmara e de Nossa Senhora da Pureza, na Fazenda São João, em Ceará Mirim. Nesse caso, por serem formadas por voluntários/as e não possuírem natureza jurídica, a abordagem da oficina girou em torno das doações individuais.

Embora com estratégias diferentes para captação e mobilização de recursos, o debate sobre a importância da comunicação, como parte fundamental para alcançar os resultados desejados nesse processo, foi o mesmo para as duas organizações. A partir da visibilidade das ações realizadas pelas Cáritas, que estão presentes no estado do Rio Grande do Norte, é possível sensibilizar pessoas em torno das causas trabalhadas.

De acordo com Célio, o resultado foi produtivo. “A participação dos agentes Cáritas nas discussões foi algo muito rico. Foi possível perceber, claramente, o efeito motivador que as duas oficinas proporcionaram às duas entidades membros”, afirmou.

Lidiane Santos | Assessoria de Comunicação do Regional NE2

 

No related posts.