Pesquisadores, técnicos, estudantes e agricultores estiveram reunidos, na última segunda-feira (27), em Patos (PB), para o seminário sobre Aquecimento Global, Mudanças Climáticas e Crise Hídrica. O encontro ocorreu no campus da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), localizado na cidade, e teve como tema “O que eu tenho a ver com isso?”.

Entre os palestrantes, estava o professor da Universidade Federal de Pernambuco, Heitor Scalambrini, que abordou as iniciativas para a convivência com o Semiárido, diante do aquecimento global e das mudanças climáticas. Scalambrini ainda tratou sobre a crise hídrica que atinge a região e outras partes do país.

O docente da UFCG, Carlos Lima, falou, entre outros aspectos, sobre o uso de fontes de energia renováveis, como a biomassa, para a melhoria da qualidade de vida da população.

Já a Ação Social Diocesana de Patos, organização que integra a Rede Cáritas Nordeste 2, por meio da equipe técnica, apresentou as experiências junto à população do campo para minimizar os impactos da estiagem prolongada.

O seminário é uma das atividades da programação do Projeto Semiárido Solar, do Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social e da Cáritas Brasileira e conta com o apoio da Ação Social Diocesana de Patos (ASDP), Misereor, Comitê de Energia Renovável do Semiárido (CERSA) e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Por Wagner Cesario | Assessoria de Comunicação do Regional NE2, com informações e fotos de Palloma Pires, da Ação Social Diocesana de Patos


No related posts.