O seminário reunirá 14 empreendimentos econômicos solidários de catadores e catadoras de material reciclável de nove municípios paraibanos. Entre os assuntos pautados, será apresentado o conjunto de planos de gestão participativa, contábil e de negócios, que foi elaborado pela equipe técnica da Cáritas Brasileira Regional Nordeste 2, como base de serviço, por meio do Programa Cataforte 3 – Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias.

O Cataforte 3 tem como proposta a inserção de cooperativas no mercado da reciclagem e a agregação de valor na cadeia de resíduos sólidos. O programa é voltado à estruturação de redes de cooperativas e associações para que estas se tornem aptas a prestar serviços de coleta seletiva para prefeituras, participar no mercado de logística reversa e realizar conjuntamente a comercialização e o beneficiamento de produtos recicláveis.

A articuladora do Programa de Economia Popular Solidária na Cáritas NE2, Márcia Medeiros, explica que, nos empreendimentos cooperativistas, há sempre a necessidade de um plano de trabalho estruturado. Para ela, a construção desse conjunto de planos representa a organização de todas as atividades da Rede Cata-PB, tendo como base a definição do serviço final: reciclagem e beneficiamento de materiais sólidos, por meio da coleta seletiva, a partir de convênios firmados com o poder público e prefeituras.

De acordo com o responsável pelo acompanhamento do projeto Cataforte 3 no Regional NE2, Alexandro Oliveira, os planos foram elaborados a partir de uma série de visitas aos empreendimentos solidários, possibilitando, assim, o conhecimento da realidade local e o acúmulo de proposições oriundas dos catadores e catadoras. “Essas proposições foram fundamentais para garantir a construção coletiva dos planos. Hoje, a Rede Cata-PB, ainda, não é formalizada juridicamente, mas estamos trabalhando para esse propósito”, explicou.

“A oportunidade de ampliar a comercialização dos materiais coletados é um dos benefícios dessa formalização da Rede. As negociações serão feitas diretamente com o comprador final, evitando, a interferência da figura do atravessador”, complementou Oliveira.

Na programação do seminário, ainda haverá espaço para troca de conhecimentos entre os catadores da Paraíba e do Rio Grande do Norte. Na ocasião, será apresentada uma experiência de implantação da coleta seletiva, que vem dando resultados muito positivos nos municípios potiguares de Parelhas e Caicó. A iniciativa é realizada por meio da Cáritas Diocesana de Caicó, em parceria com a prefeitura.

SERVIÇO:
Data: 28 de abril – sexta-feira
Horário: 9h às 17h30
Data: 29 de abril – sábado
Horário: 9h às 13h
Local: Centro de Treinamento Diocesano – Rua Escritor Augusto dos Anjos, nº 316, Santo Antônio, Patos/PB.

Por Kilma Ferreira | Assessoria de Comunicação do Regional NE2

No related posts.