A Cáritas Brasileira Regional Nordeste 2, através do Setor de Mobilização de Recursos, vai lançar, no próximo sábado (10), durante o Seminário Regional de Formação, em Lagoa Seca (PB), a Campanha Cofrinhos Solidários. Com o mote “Sua moeda vale um sorriso”, o objetivo é iniciar um trabalho de captação de recursos na perspectiva da doação individual, tendo em vista o fortalecimento das organizações membros que compõem a Rede.

Os agentes Cáritas, lotados na sede do Secretariado Regional, em Recife (PE), tiveram a oportunidade de conhecer a dinâmica, na última quinta-feira (1º). Na ocasião, cada colaborador/a foi convidado/a a adotar um cofrinho e participar da mobilização de recursos.

De acordo com a proposta, a cada ano, será trabalhada uma linha de ação em que a Cáritas atua. Entretanto, se for consensual para a Rede, a temática poderá ser abordada no ano seguinte novamente, conforme houver necessidade. Em 2017, a arrecadação terá como alvo as ações em torno da infância, adolescência e juventudes.

Para iniciar a campanha, foi confeccionado um milheiro de cofrinhos. Após a apresentação da dinâmica de arrecadação às organizações membros, cada entidade ficará responsável por uma caixa com 66 unidades. Durante este primeiro ano, cada organização vai trabalhar para captar a meta, que é de R$ 660, ou seja, R$ 10 por cofrinho. Nos casos em que o valor estipulado for superado, o acréscimo ficará para a própria organização membro.

A ideia é que, após as mobilizações de captação de recursos, as entidades façam a prestação de contas durante a fase avaliativa do Planejamento Operacional Anual (POA), prevista para ser realizada em novembro deste ano. Na ocasião, as entidades que se interessarem em receber o valor arrecadado pela Rede, deverão expor a ideia de um projeto, que contemple a linha da infância, adolescência e juventudes. Em seguida, as demais organizações membros votarão e, dessa forma, o recurso será repassado para que a ação possa ter início.

De acordo com o assessor regional de Mobilização de Recursos, Célio Meira, mais do que uma ação para captar recursos, a campanha tem o objetivo principal de unir pessoas em torno de uma causa. “A proposta não é tornar a Cáritas conhecida por mais um cofrinho que está no mercado, mas pela nossa capacidade de articular pessoas em torno de um objetivo comum, que é a infância, adolescência e juventudes”, explicou.

Por Lidiane Santos | Assessoria de Comunicação do Regional NE2

No related posts.